Biografia de Paulo Freire em homenagem ao seu centenário – Imprensa 24h

imagem09-06-2022-14-06-07imagem09-06-2022-14-06-07

Paulo Freire nasceu na cidade de Recife-PE no dia 19 de setembro de 1921. Filho de Joaquim Temístocles Freire, um capitão da polícia militar, e de Edeltrudes Neves Freire. Até o ano de 1931 morou na sua cidade de origem. Logo após, morou por 10 anos no município vizinho de Japoatão dos Guararapes.

Estudou o ginásio no colégio 14 de Julho, na região central do Recife. Ficou órfão de pai aos 13 anos, passando a ser criado apenas pela sua mãe, que teve a responsabilidade de cuidar dos quatro filhos. Devido às dificuldades enfrentadas e não podendo arcar com as despesas escolares do filho, dona Edeltrudes procurou o diretor do colégio Oswaldo Cruz, que proporcionou a Paulo Freire matrícula gratuita e o mesmo também passou a ser auxiliar de disciplina e em seguida, professor de língua portuguesa.

imagem09-06-2022-14-06-08imagem09-06-2022-14-06-08

Ingressou na Faculdade de Direito do Recife, em 1943, e casou-se em 1944 com Elza Maria Costa de Oliveira, uma professora primária, com quem teve 5 filhos. Mesmo formado em Direito, Paulo Freire continuou a lecionar a matéria de Português no colégio Oswaldo Cruz. Também, na Escola de Belas Artes, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), lecionava Filosofia da Educação. Em 1947, foi nomeado como diretor de educação e Cultura do Serviço Social da Indústria.

Foi responsável, juntamente com outros educadores, pela fundação do Instituto Capibaribe, em Recife, no ano de 1955, escola essa que chamou a atenção de muitos intelectuais da época e até os dias de hoje encontra-se em atividade.

Responsável por um método de alfabetização inovador para adultos analfabetos da zona rural da região nordeste, que se encontravam excluídos, Paulo Freire foi acusado de agitador e preso por 70 dias na época da Ditadura. Ao ser solto, se exilou no Chile, onde continuou a desenvolver trabalhos de alfabetização de adultos no Instituto Chileno para Reforma Agrária.

Lecionou na Universidade de Harvard, durante 10 anos, e em Genebra, na Suíça, atuou como consultor especial do Departamento de Educação do Conselho Municipal das Igrejas. Além disso, viajou por vários países, dando consultoria educacional.

Paulo Freire retornou ao Brasil no ano de 1980, e passou a morar em São Paulo, atuando como professor da UNICAMP, da PUC, e foi secretário de Educação da Prefeitura de São Paulo, na gestão de Luíza Erundina.

O ilustre Paulo Freire ficou conhecido mundialmente pelo excelente trabalho na área educacional. Foi o brasileiro que colecionou mais títulos de Doutor Honoris Causa de diversas Universidades. Harvard, Cambridge e Oxford estão entre as 41 instituições que o intitulou.

Ao longo da sua vida escreveu várias obras de cunho educacional. São elas: Educação Como Prática da Liberdade (1967); Pedagogia do Oprimido (1968); Cartas à Guiné-Bissau (1975); Educação e Mudança (1981); Prática e Educação (1985); Por uma Pedagogia da Pergunta (1985); Pedagogia da Esperança (1992); Professora Sim, Tia Não: Carta a Quem Ousa Ensinar (1993); À Sombra desta Mangueira (1995); Pedagogia da Autonomia (1997).

Paulo Freire após ficar viúvo da primeira esposa, casou-se com Nita Freire, uma ex-aluna do colégio Oswaldo Cruz. Faleceu em São Paulo, no dia 02 de maio de 1997, vítima de insuficiência cardíaca.

Uma de suas frases impactantes é: “Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”.

 

Sou Josevânia Sobrinho e estarei aqui semanalmente compartilhando com vocês textos biográficos de pessoas ilustres.

 

REFERÊNCIA:

FRAZÃO, Dilva. Paulo Freire, Educador brasileiro. Disponível em: < https://www.ebiografia.com/paulo_freire/>. Acesso em 22 set. 2021. Adaptada por Josevânia Sobrinho.

Escritora e Historiadora Josevânia Sobrinho Santos. Natural Japaratuba-SE. Formada em Desenho de Construção Civil pelo Instituto Federal de Sergipe, Auxiliar e Técnica de Enfermagem pelo Centro de Estudos, São Lucas, licenciada em História, pela Universidade Tiradentes, Pós graduanda em Psicanalise pela FAVENE, Presbiteriana. Atualmente funcionaria em Hospital de Cirurgia onde o trabalho vendo vidas chegando vencendo adversidades e seguindo em frente e outras vidas chegam e se encerram ali mesmo, fato que a levou a reflexão na qual criou está coluna e seus escritos biográficos. Seja bem vindo a leitura do Biografia de cada dia.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *