Ney Piacentine: uma vida dedicada ao teatro e ao ensino – Imprensa 24h

imagem12-06-2022-14-06-39imagem12-06-2022-14-06-40

Ney Piacentine nasceu na cidade de Campo Mourão-PR em 1960. Filho de Avelino Piacentine e Lourdes Maria Piacentine, é o quinto filho do casal. Estudou em colégio de freiras da primeira à quarta série, escola estadual no Paraná da quinta a oitava série, e o colegial em Curitiba.

Ney mudou-se para a cidade de Florianópolis-SC, para cursar faculdade de Engenharia Civil, mas trocou o curso para Psicologia e em seguida para Educação Artística. Nesse período já estava trabalhando como ator e abandonou o curso para fazer televisão em São Paulo.

imagem12-06-2022-14-06-40imagem12-06-2022-14-06-41

O início de sua carreira como ator se deu no ano de 1979, em Florianópolis-SC. Daí por diante não parou mais de atuar. Criou um grupo independente de teatro na Universidade Federal de Santa Catarina, depois começou a fazer televisão na RBS (Rede Brasil Sul), representante da rede Globo, na capital catarinense. Logo após foi convidado para trabalhar na rede Bandeirantes, em São Paulo, onde ficou por alguns anos, mas voltou a fazer teatro, publicidade e televisão.

Entrou na TV Cultura onde fez um programa chamado Revistinha que foi premiado em 1989, 1990 e 1991 como melhor programa juvenil da TV brasileira, mas sentindo falta do teatro, retornou aos palcos fazendo algumas peças. Atualmente, Ney é pós doutorando no Instituto de Artes da UNESP (Universidade Estadual de São Paulo), com o projeto “A HISTÓRIA DA ATUAÇÃO NO BRASIL”, e professor temporário na Escola de Comunicação e Artes (ECA-USP), na disciplina Poética da Atuação II.

Ainda atuou como orientador na Pós-graduação de Direção e Atuação na Célia Helena Centro de Artes e Educação. Foi professor substituto no Instituto de Artes da UNESP na disciplina Laboratório de Atuação e de Processos de Performance V e VI. Trabalhou como professor de Direção de Atores na Pós-graduação em Direção Teatral na Faculdade Paulista de Artes e possui doutorado e mestrado em Pedagogia Teatral pela ECA –USP.

O ilustre ator Ney, ainda é escritor dos livros já publicados: (DES)APRENDIZAGENS-TEXTOS SOBRE ATUAÇÃO; O ATOR DIALÉTICO: 20 ANOS DE APRENDIZADO NA COMPANHIA DO LATÃO (fruto do doutorado) e EUGÊNIO KUSNET: DO ATOR E PROFESSOR (fruto do seu mestrado) e SPANILAVSKI REVIVIDO (Org. com Paulo Fávari).

Atua no teatro há 40 anos e integra a Companhia do Latão desde a sua fundação em 1997. Foi indicado aos prêmios de Melhor ator pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) por seu Solo Espelhos, em 2016.

Em 2018, recebeu indicação ao prêmio Aplausos Brasil pelo livro O ATOR DIALÉTICO, categoria destaque, e ao prêmio Botequim Cultural- RJ, como Melhor Ator Coadjuvante por LUGAR NENHUM, da Companhia do Latão.

O renomado ator e professor tem uma frase que o identifica: “Que o teatro nos una e que a vida não nos separe.”

Escritora e Historiadora Josevânia Sobrinho Santos. Natural Japaratuba-SE. Formada em Desenho de Construção Civil pelo Instituto Federal de Sergipe, Auxiliar e Técnica de Enfermagem pelo Centro de Estudos, São Lucas, licenciada em História, pela Universidade Tiradentes, Pós graduanda em Psicanalise pela FAVENE, Presbiteriana. Atualmente funcionaria em Hospital de Cirurgia onde o trabalho vendo vidas chegando vencendo adversidades e seguindo em frente e outras vidas chegam e se encerram ali mesmo, fato que a levou a reflexão na qual criou está coluna e seus escritos biográficos. Seja bem vindo a leitura do Biografia de cada dia.

Imprensa 24h

Notícias de Aracaju, Sergipe e do Brasil

Instagram

Facebook

Twitter

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *