Ação conjunta localiza uma tonelada de maconha na Bahia


Ação conjunta localiza uma tonelada de maconha na Bahia

Cidade em 18 jul, 2022 12:32 Compartilhar imagem18-07-2022-19-07-01Ele estava foragido desde 2014 e era considerado de alta periculosidade (Foto: Divulgação SSP/SE)

Em continuidade da operação que localizou Genivaldo Alves dos Santos, conhecido como “Barrão”, um dos principais foragidos de Sergipe, o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), a Companhia Independente de Operações Policiais em Área de Caatinga (Ciopac) e as polícias Civil e Militar da Bahia localizaram 1 tonelada de maconha e 21kg de pasta base de cocaína. Os entorpecentes estavam enterrados na propriedade onde ele foi encontrado na cidade de Vitória da Conquista (BA).

As diligências contaram com o apoio do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da 92ª Companhia Independente de Polícia Militar (92ª CIPM) e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto).

O delegado Hilton Duarte detalhou que o entorpecente foi encontrado tanto na sexta-feira, 15, quanto no sábado (16). “Os policiais da Bahia realizaram um pente fino na propriedade e, com o auxílio de cães farejadores, encontraram uma tonelada de maconha. No dia seguinte, com auxílio de retroescavadeira, seis caixas d’água foram encontradas com 21 kg de pasta base de cocaína de alto valor financeiro”, detalhou.

Operação

Genivaldo Alves dos Santos fugiu do sistema prisional sergipano no ano de 2014 e, desde então, encontrava-se foragido. Ele figurava na lista formulada pela SSP/SE e pela Polícia Civil de Sergipe como um dos indivíduos mais procurados pela polícia, levando em consideração a extensa ficha criminal e pela extrema violência que utilizava em suas investidas criminosas.

Ele aterrorizou os estados de Sergipe e da Bahia e as investigações para capturá-lo duraram cerca de seis meses, sendo conduzidas pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), com o auxílio da Delegacia de Polícia Civil de Frei Paulo e da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol).

Contra Genivaldo Alves dos Santos pesavam dois mandados de prisão preventiva, sendo um expedido pela Justiça Baiana e outro pelo Estado de Sergipe. Ele já tinha sido preso em 2009 e havia fugido do Complexo Penitenciário Antônio Jacinto Filho (Compajaf) em 2014. Na abordagem policial desta quinta-feira (14), ele, que estava com uma espingarda calibre 12, entrou em confronto com as equipes policiais, foi socorrido, mas não resistiu e morreu.

Fonte: SSP/SE

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *